Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

>>

Exames e Serviços

Eletrocardiograma de longa duração - Holter de 24 horas com variabilidade de FC

O Eletrocardiograma de longa duração - Holter de 24 horas é um exame complementar que é utilizado para avaliar a presença de arritmias cardíacas (distúrbios do ritmo cardíaco) tanto para mais (taquiarritmias) como para menos (bradiarritmias), bem com irregularidades no ritmo (extrassístoles). Além disso pode colaborar na investigação de isquemia miocárdica - falta de oxigênio no músculo cardíaco (angina).  Este exame é indicado quando o paciente apresenta palpitações, tonturas, desmaios, dor no peito, ou mesmo quando nada sente e o médico percebe alterações durante o exame clínico. É mais útil quando os sintomas ou alterações acontecem numa frequência maior, diária preferencialmente.

O sistema nervoso autônomo (SNA) desempenha um papel importante na regulação dos processos fisiológicos do organismo humano tanto em condições normais quanto patológicas. Dentre as técnicas utilizadas para sua avaliação, a Variabilidade da Frequência Cardíaca (VFC) ou Varibilidade R-R é uma medida simples e não-invasiva dos impulsos autonômicos, representando um dos mais promissores marcadores quantitativos do balanço autonômico. A VFC descreve as oscilações no intervalo entre batimentos cardíacos consecutivos (intervalos R-R), assim como oscilações entre frequências cardíacas instantâneas consecutivas. Trata-se de uma medida que pode ser utilizada para avaliar a modulação do SNA sob condições fisiológicas, tais como em situações de vigília e sono, diferentes posições do corpo, treinamento físico, e também em condições patológicas. Mudanças nos padrões da VFC fornecem um indicador sensível e antecipado de comprometimentos na saúde. Uma alta variabilidade na frequência cardíaca é sinal de boa adaptação, caracterizando um indivíduo saudável, com mecanismos autonômicos eficientes, enquanto que, baixa variabilidade é frequentemente um indicador de adaptação anormal e insuficiente do SNA, implicando a presença de mau funcionamento fisiológico no indivíduo, uma doença e até um maior risco de morte súbita. O que antes exigia aparelhos especiais, dedicados e com custo elevado, hoje a realização de um Holter de 24 horas pode incluir, desde que presente no algoritmo de seu software, esta análise e trazendo de maneira simples, não invasiva e de baixo custo, esta valiosa informação que contribui na condução clínica do paciente.

Como é realizado o exame?

O exame consiste na instalação de alguns eletrodos no peito do paciente, os quais são ligados a um pequeno gravador que fica fixo na cintura (cinto) do paciente. O paciente permanece com o aparelho por 24 horas e executa todas as atividades normais do dia-a-dia, para que realmente a gravação reproduza o seu cotidiano. Alguns cuidados deve-se ter em relação ao aparelho. Vide mais adiante. O paciente receberá um diário para anotações dos sintomas para posterior correspondência ao traçado eletrocardiográfico obtido.

O que o exame informa?

  • Presença arritmias cardíacas (acelaração, alentecimento, pausas, irregularidades)
  • O estado do sistema excito-condutor do coração (sistema elétrico)
  • Presença de isquemia miocárdica (angina)
  • Variabilidade da freqüência cardíaca nas 24 horas (importante para o prognóstico de algumas cardiopatias)

O que você precisa informar?

  • Converse com o seu médico sobre os medicamentos em uso, pois alguns podem interferir com o exame (antiarrítmicos, beta-bloqueadores, bloqueadores dos canais de cálcio). Alguns podem ser suspensos temporariamente antes do exame, outros não, sempre a critério do seu médico assistente (que pediu o exame). Estamos à disposição para dirimir dúvidas, por telefone ou e-mail.
  • Enquante estiver com o gravador, anote com precisão os horários das atividades mais relevantes e principalmente dos sintomas que apresentar.

Posso trabalhar normalmente após o exame?

Sim, respeitando os cuidados com o aparelho.

Existem riscos para realizar o exame?

Não. É um exame completamente passivo. O máximo que pode ocorrer é uma reação (vermelhidão) na pele onde foi colado os eletrodos.

Quais são os cuidados com o aparelho?

Não se deve bater, molhar, sujar ou deixar cair o aparelho. Pedimos muito sua colaboração neste quesito. Evite puxar os cabos eletrodos também.

Quem lauda o exame?

O médico cardiologista que analiizou o exame.

Quais são os cuidados antes do exame?

  • Trazer um cinto ou uma cinta é fundamental para segurar o aparelho
  • Mulheres: se possível usar duas peças (com cinto), evitar o vestido. A blusa deve ter a manga bem folgada ou bem curta (ideal camiseta de malha)
  • O aparelho impossibilitará o banho corporal até sua retirada
  • Deve tomar banho imediatamente antes do exame
  • Autorizar junto ao convênio

Desenvolvido por iForma | Escala,Metra